Carregando...
 

Oficinas de Nutrição - Educação em Saúde 

Image

Autora do relato: Claudia Soar

Local da experiência: São Jose dos Campos – SP

Local de implementação: Ambiente universitário.

Qual aspecto do Guia Alimentar para a População Brasileira foi abordado? 

  • Princípios do Guia;
  • Ampliação da autonomia nas escolhas alimentares.

Qual o objetivo da experiência?

O objetivo é promover ações que incentivem práticas alimentares mais saudáveis e o enfrentamento de hábitos e práticas não promotoras de saúde. Por meio de oficinas de nutrição, os participantes são motivados à mudança de hábitos, exercitando a autonomia e autocuidado dos indivíduos. 

Qual o público alvo?

Paciente do Centro de Práticas Supervisionadas (ambulatório escola) e seus familiares, além dos acadêmicos, professores supervisores e demais colaboradores, bem como pessoas vizinhas ao campus universitário. 

O que motivou a experiência? 

A sala de espera do Centro de Práticas Supervisionadas (ambulatório escola) é um espaço de educação em saúde que compreende paciente e seus familiares, além dos acadêmicos, professores supervisores e demais colaboradores, bem como pessoas vizinhas ao campus universitário. Os alunos do último ano do Curso de Nutrição da Universidade do Vale do Paraíba (Univap) tiveram a iniciativa de utilizar este espaço para a prática de educação alimentar e nutricional. 

Como a experiência foi desenvolvida?

Para divulgação da oficina, são elaborados mini-cartazes, fixados em murais da universidade, bem como divulgação pelas redes socais. Todos os participantes recebem um folder com informações a respeito dos benefícios dos ingredientes que são usados na receita e formas de preparo e armazenamento. Para preparação das receitas, que resultará nas porções para degustação, é utilizado o Núcleo de Nutrição e Gastronomia (cozinha pedagógica) para o preparo das receitas. 

A dinâmica da Oficina de Nutrição compreende uma breve exposição oral dialogada, de no máximo 10 minutos, com o apoio eventual de flip-chart ou cartazes, para explicação da temática do dia. São trabalhadas informações como os benefícios dos ingredientes que serão usados na receita e formas de preparo e armazenamento. Após a exposição oral, há espaço para explicação de eventuais perguntas e dúvidas e finaliza-se com degustação da preparação do dia. 

Quais materiais foram produzidos?

Folders sobre cada temática abordada. 

Quais foram os resultados alcançados? 

Em 2014, foram realizadas 23 oficinas, com o total de 628 participantes. Dentre as temáticas abordadas estavam: 

  • pré e próbióticos;
  • intolerância à lactose;
  • uso de ervas aromáticas e condimentos;
  • uso de leguminosas;
  • aproveitamento integral dos alimentos;
  • higienização de hortifrúti;
  • compota de frutas;
  • alimentos fortificados;
  • alimentos enriquecidos. 

Os resultados obtidos por meio da avaliação mostraram que a degustação é a parte da oficina que mais agrada os participantes, seguida da palestra e do folder. 


Contribuíram para esta página: redenutri@unb.br .
Última modificação da página em Segunda-feira 25 de Janeiro, 2016 05:24:33 BRST por redenutri@unb.br. (Versão 1)

Enquete

A Portaria 1.055 publicada em 25/04/2017 para o Programa Saúde na Escola prioriza ações de prevenção à obesidade infantil. Qual das ações propostas você considera mais desafiadora?





Anti-Bot verification code image Outro código

File is not an image.

Redes Sociais