Carregando...
 

Capacitação sobre a nova edição do Guia Alimentar para agentes comunitários de saúde 

Image

Autor do relato: Josiane Balbinot

Local da experiência: Osório - RS

Local de implementação: Unidade de Saúde

Qual aspecto do Guia Alimentar para a População Brasileira foi abordado? 

  • Princípios do Guia;
  • Ampliação da autonomia nas escolhas alimentares;
  • Classificação dos alimentos;
  • Combinação de alimentos na forma de refeições;
  • Alimentos regionais;
  • Ato de comer e comensalidade;
  • Obstáculos para adesão às recomendações do guia;
  • Os dez passos para uma alimentação adequada e saudável.

Qual o objetivo da experiência?

Capacitar agentes comunitários de saúde para que possam orientar a população sobre alimentação adequada e saudável durante as visitas que realizam diariamente.

Qual o público alvo?

Agentes comunitários de saúde. 

O que motivou a experiência?

Observamos que as pessoas estão consumindo cada vez mais produtos ultraprocessados em substituição aos alimentos in natura ou minimamente processados, aumentando os casos de obesidade e doenças crônicas. Assim, visamos melhorar os hábitos alimentares da população por meio da orientação do agente comunitário de saúde, que é o profissional de saúde que está diariamente nas residências. 

Como a experiência foi desenvolvida?

Apresentação de slides conduzida por nutricionistas da Secretaria de Saúde sobre a nova edição do Guia Alimentar para a População Brasileira, seguido de discussão e estudos de casos apresentados pelos agentes comunitários de saúde. 

Atividade "tema de posto", na qual os agentes deveriam comparar o custo de alimentos in natura e minimamente processados com os alimentos processados e ultraprocessados. Cada grupo de agentes comunitários produziu um cartaz com as informações, que ficará exposto na sala de espera do ESF para conhecimento da comunidade. 

Quais materiais foram produzidos?

Cartazes informativos sobre o custo de alimentos in natura e minimamente processados com os alimentos processados e ultraprocessados. 

Quais foram os resultados alcançados? 

Os Agentes ficaram aptos a dar orientações básicas à população sobre alimentação adequada e saudável conforme preconizado no Guia Alimentar. 

Pontos positivos: interesse dos agentes comunitários de saúde pelo tema, participação, relatos de casos, troca de experiências. 

Dificuldades: não dispor do guia impresso para disponibilizar aos agentes comunitários de saúde (foram impressos na secretaria de saúde);

Desafio: observar e orientar os aspectos relacionados à alimentação na rotina nas visitas dos agentes comunitários de saúde. 

Este relato foi enviado pelo autor para compor a 1ª Coleção de Experiências da RedeNutri.


Contribuíram para esta página: redenutri@unb.br .
Última modificação da página em Segunda-feira 25 de Janeiro, 2016 10:04:14 BRST por redenutri@unb.br. (Versão 1)

Enquete

A Portaria 1.055 publicada em 25/04/2017 para o Programa Saúde na Escola prioriza ações de prevenção à obesidade infantil. Qual das ações propostas você considera mais desafiadora?





Anti-Bot verification code image Outro código

File is not an image.

Redes Sociais