Carregando...
 

Relato de Experiência Estratégia Amamenta e Alimenta Brasil -

 Itajaí /Santa Catarina


Image
 

 

1. Como foi o caminho para cumprir os critérios de certificação?

Tudo começou com a oficina de formação dos tutores da EAAB em novembro de 2014 promovida pela Secretaria de Saúde do Estado com sede no município de Itajaí com a participação de outros municípios da região. Nesta oficina foram formados 14 tutores de Itajaí e aí iniciamos as oficinas em 5 unidades e já pactuando algumas metas a serem alcançadas para a certificação. 

2. Quais foram os principais desafios/ dificuldades deste processo até a certificação?

Um dos desafios foi fechar as unidades de saúde, um período do dia, para realizar a oficina com todos os trabalhadores da unidade de saúde visto que não é rotina fechar a Unidade de Saúde durante a semana para atendimento a população.

Outro desafio é a liberação dos servidores formados como tutores para continuarem com as oficinas nas unidades de saúde.

E destaco a falta de um cargo como coordenação da EAAB para direcionar os tutores e as ações da EAAB o que facilitaria e agilizaria mais a implantação visto que hoje sou  responsável pelo serviço de nutrição e tenho muitas demandas o que me dificulta agilizar a implantação da EAAB nas outras Unidades de Saúde. 

3. Quais foram os principais facilitadores?

Já era de conhecimento e execução de todos os enfermeiros das unidades de saúde o acompanhamento do estado nutricional de crianças e gestantes através do sistema on-line do SISVAN desde 2008.

Já tínhamos um fluxograma do serviço de nutrição estabelecido para atendimento dos usuários do SUS. 

E nunca foi estimulado o uso ou distribuição de fórmula infantil industrializada nas unidade de saúde, ou uso de chupetas ou bicos. 

4. Quais são as ações futuras para implementação da Estratégia no seu município? 

Fortalecimento do grupo de  tutores que estão um pouco afastados, pois antes tínhamos reuniões mensais.

A partir da retomada das reuniões mensais estabelecer as novas unidades prioritárias e identificar algumas unidades que já solicitaram as oficinas. 

5. Na prática dos serviços de saúde como você percebe a efetividade da EAAB? Você (ou os profissionais de saúde) verifica melhoras nos indicadores, como o maior período de aleitamento materno e alimentação complementar mais adequada?   

Foi possível perceber com as oficinas uma reflexão dos profissionais de saúde em relação as ações dos realizadas por estes em relação ao aleitamento materno e a alimentação complementar saudável. Na prática pode-se verificar a efetividade das ações com promoção de mais atividades educativas relacionadas ao aleitamento materno e a alimentação complementar saudável para gestantes e grupos de puericultura e também é possível fazer análise pelos dados do sistema do SISVAN.

6. Você poderia detalhar um pouco mais quais são as atividades de aleitamento materno e alimentação complementar que estão sendo desenvolvidas nas Unidades de Saúde?   

Atividades educativas em sala de espera, reuniões noturnas com gestantes e seus companheiros, mural...

7. Como a Unidade de Saúde lida com as regras da NBCAL? Existe alguma experiência  sobre essa situação dentro da UBS ou em áreas vizinhas, como creches, farmácia...?

Desde 2007 trabalho na Secretaria de Sáude de Itajaí e nunca foi promovido ou divulgado ou entregue fórmula infantil industrializada nas Unidades de Saúde e muito menos recebido representantes destas fórmulas nas unidades de saúde, ou promovido o uso de chupetas e mamadeiras. 

8. Você poderia descrever como acontece o fluxograma de atendimento das crianças na UBS? 

Existe um fluxograma do serviço de nutrição estabelecido desde 2010 e atualizado sempre que necessário. Todas as equipes de saúde tem conhecimento e assim todos sabem como proceder. 

Relato por:

Alessandra Monestel
Resp. Serviço de Nutrição
DAS/SMS/Itajaí - (47) 32495587


Contribuíram para esta página: redenutri@unb.br .
Última modificação da página em Segunda-feira 28 de Novembro, 2016 16:04:03 BRST por redenutri@unb.br. (Versão 3)

Enquete

A Portaria 1.055 publicada em 25/04/2017 para o Programa Saúde na Escola prioriza ações de prevenção à obesidade infantil. Qual das ações propostas você considera mais desafiadora?





Anti-Bot verification code image Outro código

File is not an image.

Redes Sociais