Carregando...
 

Implementação e Certificação da Estratégia Amamenta Alimenta Brasil(EAAB) no município de Gravataí-RS

Autores do relato: Juliana de Souza Fontoura; Juliana Carneiro de Freitas; Margarete Tavares Kayser; Betina Mata 

Local da experiência: Gravataí, Rio Grande do Sul.

Local de implementação: Unidade de Saúde 

Qual o público alvo? Profissionais de Saúde

Qual foi a experiência desenvolvida?

Implementar e certificar 4 Unidades de Saúde (US) do município de Gravataí- RS na EAAB. O município organizou-se para a formação de 28 tutores nos anos de 2013 a 2015 na EAAB, com o apoio da secretaria de saúde do estado. Após, foram realizadas oficinas de trabalho para capacitar os profissionais das US da rede municipal, que foram escolhidas conforme os interesses, demandas e ações desenvolvidas na unidade.

A equipe contatou as coordenações das US que contavam com um tutor para a capacitação dos demais membros. Quando a equipe relatava o desejo de implementação de ações da EAAB, a mesma era capacitada e eram expostos aos seus membros os objetivos e a finalidade deste trabalho.

Foi uma experiência planejada, pois o AM apresenta baixos níveis de adesão e as equipes apresentam muitas dúvidas relativas à introdução da ACS, também, muitos profissionais não estão atualizados, além do seu conhecimento empírico, muitas vezes propagado nas informações diárias passadas nas US.

O trabalho foi realizado em 4 etapas: Capacitação dos tutores, dos multiplicadores nas US, desenvolvimento e manutenção das ações de AM e ACS e solicitação da certificação na EAAB, com o apoio das Secretarias Municipal e Estadual de Saúde e de outros municípios que contribuíram para a capacitação dos tutores municipais. A iniciativa da experiência partiu da Nutricionista coordenadora do Centro Especializado em Nutrição e Qualidade de Vida, em conjunto com os profissionais capacitados, que aderiram à implementação da EAAB. Os Departamentos de Atenção à Saúde e de Atenção Básica, acolheram e apoiaram a proposta, encaminhando a mesma ao Secretário Municipal de Saúde.

Os desafios que surgiram demandaram diversos improvisos: espaços físicos limitados, convencimento das equipes de saúde, atingir 85% dos profissionais capacitados, dificuldades no cadastro das oficinas no ambiente do tutor e no cadastro dos dados no FormSUS. Foram feitas articulações com as coordenações de cada US, para a sensibilização da equipe sobre a importância de realizar a certificação da US. Foram resgatadas linhas de cuidado que são seguidas diariamente, porém, que não estavam descritas no papel. As ações foram aprimoradas durante o percurso da experiência. Houve uma mudança no processo de trabalho, as equipes passaram a registrar as ações realizadas de maneira mais detalhada, além do fortalecimento de parcerias e o desenvolvimento de habilidades de comunicação. Outras ações serão pensadas conforme os processos de implementação nas demais US do município.

Contato: julifont@yahoo.com.br

 


Contribuíram para esta página: redenutri@unb.br .
Última modificação da página em Quarta-feira 03 de Maio, 2017 11:27:45 BRT por redenutri@unb.br. (Versão 2)

Enquete

A Portaria 1.055 publicada em 25/04/2017 para o Programa Saúde na Escola prioriza ações de prevenção à obesidade infantil. Qual das ações propostas você considera mais desafiadora?





Anti-Bot verification code image Outro código

File is not an image.

Redes Sociais