Carregando...
 

Textos de Opinião

Desenvolvimento de capacidades para lideranças em Alimentação e Nutrição

Por: Bárbara de Alencar

A atual situação epidemiológica mundial imprime novos desafios para a área de nutrição em saúde coletiva e exige dos profissionais da área uma reflexão mais aprofundada em relação ao desenvolvimento de capacidades e competências estratégicas para o enfrentamento da complexidade dos atuais roblemas alimentares e nutricionais.

Nesse contexto, o desenvolvimento de capacidades para lideranças em Alimentação e Nutrição é essencial para a prática de saúde coletiva, principalmente em relação à intervenção e gestão pois, sem capacidades não é possível construir e implementar ações inovadoras na área.

Então o que seria capacidade?

Capacidade é um termo difícil e polêmico de se definir entretanto, o mesmo está relacionado à habilidade que o indivíduo tem de intingir seus objetivos. No contexto da Nutrição em Saúde Coletiva, capacidade está relacionada à habilidade que os indivíduos, grupos, organizações e sociedade têm em se organizar para resolver problemas, definir objetivos, compreender e lidar com necessidades para atingir, de forma sustentável, os objetivos da agenda de alimentação e nutrição.

Nesse contexto, a capacidade de liderança, refere-se à habilidade em organizar, gerir e lidar com situações problemáticas ou não, buscando sempre a efetividade das ações. Nota-se, portanto, que a capacidade de liderança é um ponto crucial para aqueles que atuam em Nutrição e Saúde Coletiva.

E quais habilidades necessárias para um líder?

Previamente, antes de tornar-se um líder o indivíduo deve ter plena consciência do que quer, deve buscar suas capacidades e limitações e conhecer o campo no qual pretende atuar para que suas ações realmente sejam eficazes. Esses pré-requisitos são essenciais para que o indivíduo inicie o desenvolvimento de sua capacidade de liderança.

Para ser um líder, o indivíduo deve ter:

- Humildade para reconhecer suas limitações e aceitar opiniões daqueles mais experientes e também de pessoas com pouca experiência mas, que possam contribuir significativamente para o trabalho;
- Sabedoria para compreender situações e buscar soluções para possíveis problemas;
- Atitude;
- Paciência para lidar com problemas;
- Visão prospectiva a respeito daquilo que pode acontecer no futuro, para agir da melhor forma possível.

Então, para ser um líder o indivíduo já deve nascer com essas características? Não necessariamente. Essas características podem ser desenvolvidas ao longo de sua vida e carreira profissional, a partir do momento em que o indivíduo passa a se conhecer e a compreender melhor a área na qual pretende atuar buscando, dessa forma, desenvolver capacidades que otimizem seu trabalho, estando ou não no papel de líder.

Para entrar em contato com o autor do texto, escreva para: btalencar@gmail.com


Contribuíram para esta página: admin e redenutri@unb.br .
Última modificação da página em Quinta-feira 17 de Janeiro, 2013 09:33:47 BRST por admin. (Versão 5)

Enquete

A Portaria 1.055 publicada em 25/04/2017 para o Programa Saúde na Escola prioriza ações de prevenção à obesidade infantil. Qual das ações propostas você considera mais desafiadora?





Anti-Bot verification code image Outro código

File is not an image.

Redes Sociais