A próxima reunião do Movimento da Reforma Sanitária será realizada amanhã, 24 de fevereiro, às 17h, no Núcleo de Estudos de Saúde Pública (NESP/UnB) e terá transmissão online. "Teremos um novo esboço da Agenda Estratégica e de diretrizes e metas operacionais para apresentar e discutir na reunião. A semana passada também foi intensa e trouxe importantes elementos para as análises e encaminhamentos desta semana. A aclamação do ministro Padilha como novo presidente do CNS resultou da generosidade e sensibilidade política de usuários, trabalhadores e prestadores de serviços", afirmou o presidente da ABRASCO, Luiz Augusto Facchini. "O apoio unânime dado ao ministro, independente de divergências e contradições relevantes, é um sinal extremamente positivo da viabilidade de se firmar um pacto nacional que resgate a capacidade deliberativa e a eficácia política da mais importante instância de controle social no país", ponderou. Para Facchinbi, os próximos passos deverão incluir a atualização da Agenda Estratégica do SUS, documento que deve ter presença prioritária nas pautas e ações do CNS, do SUS, de universidades, centros de pesquisa e de formação profissional, mas também de sociedades científicas e movimentos.