A Rede Brasileira de Pesquisadores em Segurança Alimentar e Nutricional escreveu uma carta para o Presidente do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística com o objetivo de manifestar discordância quanto à decisão de reduzir drasticamente, por razões orçamentárias, do formulário de captação de dados/informações da nova edição do Censo Agropecuário, tendo em vista as consequências sociais que daí decorrerão.

Além de manifestarem profunda indignação com esta decisão, os pesquisadores e pesquisadoras manifestam grande preocupação com as repercussões desse ato a curto, médio e longo prazos, na definição de políticas públicas de Segurança Alimentar e Nutricional que prezam por ações que viabilizem a produção e o consumo de alimentos (saudáveis e adequados), seguindo os princípios da sustentabilidade.

Importante demarcar que tais princípios não aportam exploração da força de trabalho, violência contra a mulher, expropriação de povos e comunidades tradicionais e povos originários e desrespeito à natureza.

Confira a Carta na íntegra aqui(external link)