Os textos dão ênfase ao estatuto científico dessa interface, à produção de pesquisas, à história, às políticas e às teorias que fundamentam a problemática alimentar-nutricional, ao tempo em que evidenciam o papel da sociedade civil na construção do conceito e das práticas de segurança alimentar. Este número traz ainda outras contribuições de grande relevância sobre o assunto em foco, além de outros temas de elevado interesse no âmbito da saúde coletiva.