Carregando...
 
      A PNAN tem como uma de suas diretrizes a Promoção da alimentação saudável que deve ser realizada em todas as idades, principalmente na infância, que é a fase da vida na qual se formam os hábitos alimentares. Além da formação dos hábitos, o que comemos nos dois primeiros anos repercute por toda a vida e práticas inadequadas nessa idade estão relacionadas ao desenvolvimento de doenças infecciosas e respiratórias, cárie, carência de micronutrientes e excesso de peso, tanto na infância como na vida adulta. 

      Com essa preocupação, desde maio de 2009, a CGAN colocou em prática a Estratégia Nacional de Promoção à Alimentação Complementar Saudável - ENPACS, com base nas diretrizes propostas pelo Guia Alimentar para crianças menores de 2 anos, que foi publicado em 2002 e os dez passos para uma alimentação saudável para menores de 2 anos, que foi revisado em 2009. Até hoje já foram realizas 80 oficinas de formação de tutores formando 1832 tutores, envolvendo 702 UBS e 8991 profissionais da Atenção Básica. 

      A ENPACS é uma ação de promoção à saúde, centrada na capacitação dos profissionais da atenção básica para impulsionar a orientação alimentar como atividade de rotina nos serviços de saúde, contemplando a formação de hábitos alimentares saudáveis desde a infância, com a introdução da alimentação complementar em tempo oportuno e de qualidade, respeitando a identidade cultural e alimentar das diversas regiões brasileiras. 

      A implementação da ENPACS acontece através de uma rede de tutores, com esforços do Ministério da Saúde, coordenações estaduais e municipais de alimentação e nutrição e em parceria com a IBFAN Brasil. Os tutores são capacitados e tem o compromisso de replicar essa capacitação para outros tutores ou diretamente para os profissionais da ponta. 
      Nesses dois anos muitos foram os avanços, como a disponibilização de um site para a Estratégia e atualmente a adaptação do conteúdo das oficinas para profissionais dos NASFs, mas os desafios da ENPACS são grandes pois a meta é empoderar os profissionais de todas as Unidades Básicas de Saúde do Brasil, que hoje são mais de 40 mil, adaptar o conteúdo do Guia para a população indígena, respeitando a peculiaridade de cada etnia, adaptação da ENPACS para creches e CRAS além de unificar as ações com e Rede Amamenta.
      Com todas essas açõs esperamos contribuir com a melhora das condições de saúde e nutrição das crianças brasileiras. A ENPACS também é uma estratégia chave para a prevenção da Obesidade e está entre as atividades do Plano Intersetorial de Prevenção e Controle da Obesidade.
 
Até a próxima semana,

Patricia

Imprimir
First PageFast PrevPágina: 79/87Fast NextLast Page
170777879808187

Enquete

A Portaria 1.055 publicada em 25/04/2017 para o Programa Saúde na Escola prioriza ações de prevenção à obesidade infantil. Qual das ações propostas você considera mais desafiadora?





Anti-Bot verification code image Outro código

File is not an image.

Redes Sociais