Carregando...
 

CGAN apresenta ações brasileiras de Alimentação e Nutrição para as delegações de Mali e Madagascar

A convite do Centro de Excelência do Programa Mundial de Alimentos (PMA), a Coordenação-Geral de Alimentação e Nutrição participou de uma reunião com as delegações de Mali e Madagascar para apresentar as principais ações desenvolvidas pelo setor saúde em programas intersetoriais para combate à insegurança alimentar e nutricional no Brasil.

Os países buscaram o Brasil com vistas a conhecer as experiências na implementação de políticas e programas intersetoriais de segurança alimentar e nutricional. Estavam presentes aproximadamente 20 pessoas, dentre representantes de alto escalão dos dois países, técnicos do PMA e da Coordenação-Geral de Alimentação e Nutrição do Ministério da Saúde, da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Distrito Federal (EMATER-DF), do Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário (MDSA), do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) e da Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário (SEAD).

Além da CGAN, os outros órgãos também expuseram as respectivas ações na agenda intersetorial de SAN. A EMATER-DF abordou como a empresa contribui na promoção do desenvolvimento rural e a segurança alimentar e como ocorre a prestação de assistência técnica e gerencial e treinamento junto aos produtores rurais, os desafios da construção da relação de confiança junto ao pequeno produtor, como os programas PAA e PNAE promovem a inclusão social no campo por meio do fortalecimento da agricultura familiar. A SEAD, com base na Lei 11.326 que define as diretrizes para formulação da Política Nacional da Agricultura Familiar, destacou os critérios para identificação desse público, o PRONAF e suas respectivas ações e objetivos e como a agricultura familiar se insere nas políticas e programas de segurança alimentar e nutricional, tanto em nível governamental como não governamental. O FNDE, por sua vez, informou sobre a política de compras de produtos da agricultura familiar pelo Programa Nacional de Alimentação Escolar, critérios de inclusão dos produtores e como se dá a gestão local da estratégia.

Ao final, as delegações de ambos os países realizaram debate com os representantes do governo, momento em que expuseram suas dúvidas e comentários a respeito dos programas apresentados. 


A Segundeira é o informativo semanal da Coordenação Geral de Alimentação e Nutrição do Ministério da Saúde, que apresenta as principais notícias da semana, agendas previstas da Coordenação Geral de Alimentação e Nutrição, além de trazer atualizações sobre evidências científicas, textos de apoio para a implementação das recomendações do Guia Alimentar para a População Brasileira e atividades realizadas nos municípios e estados relacionados à agenda de alimentação e nutrição no SUS e monitoramento de alguns programas.

= Acesse aqui a Segundeira de 15 a 19 de maio =(external link) 

  • CGAN apresenta ações brasileiras de Alimentação e Nutrição para as delegações de Mali e Madagascar;
  • Disponível documento sobre a contribuição dos Nasf para a atenção nutricional;
  • Guia de Gestão municipal das Políticas de alimentação e nutrição e Promoção da Saúde na atenção básica;
  • Gravidez na adolescência tem queda de 17% no Brasil;
  • Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar – PENSE;
  • Confira as adesões ao Programa Saúde na Escola;
  • 3ª Turma do curso de educação a distância do PBF na Saúde;
  • Agenda da CGAN
  • Implementando o Guia Alimentar para a População Brasileira
  • Espaço dos Estados
  • Monitoramento semanal dos programas estratégicos da CGAN
  • Saiu na Mídia
  • Calendário 

 

Imprimir

Enquete

A Portaria 1.055 publicada em 25/04/2017 para o Programa Saúde na Escola prioriza ações de prevenção à obesidade infantil. Qual das ações propostas você considera mais desafiadora?





Anti-Bot verification code image Outro código

File is not an image.

Redes Sociais