Carregando...
 

Oficina para o Desenvolvimento de Competências de Famílias Indígenas para o Direito Humano à Alimentação Adequada e SAN

No período de 20 a 24 de novembro de 2017 foi realizada a 1ª Oficina para o Desenvolvimento de Competências de Famílias Indígenas para o Direito Humano à Alimentação Adequada e Segurança Alimentar e Nutricional no Polo Base Sangradouro - Aldeia São José, DSEI Xavante, MT.

A ação resulta de uma parceria entre o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), a Coordenação-Geral de Atenção Primária à Saúde Indígena (CGAPSI/DASI/SESAI) e a Coordenação-Geral de Alimentação e Nutrição (CGAN/DAB/SAS) e visa contribuir com a redução da mortalidade e desnutrição de crianças indígenas e promover a alimentação adequada e saudável na comunidade, como uma ação da “Agenda Integrada de Saúde da Criança Indígena”.

O objetivo da oficina foi trabalhar com a Equipe Multidisciplinar de Saúde Indígena (EMSI) da aldeia São José, com a equipe técnica do DSEI e a comunidade local (especialmente mulheres e lideranças indígenas) sobre a rede de causalidade da desnutrição infantil local; bem como estimular a Promoção da Alimentação Adequada e Saudável entre os indígenas da etnia Xavante, a fim de contribuir para a garantia do Direito Humano à Alimentação Adequada e a promoção da Segurança Alimentar e Nutricional na comunidade.  A ação se justifica porque a alimentação das famílias, incluindo a de crianças em idade de alimentação complementar, vem incorporando alimentos processados e ultraprocessados, o que levou ao enfraquecimento das práticas alimentares tradicionais e surgimento de doenças relacionadas à má alimentação.

Foi identificado que há necessidade urgente de políticas públicas integradas, para além da saúde, considerando a violação de vários direitos. Foram observadas a inexistência de água potável e, em consequência, alta prevalência de diarreia e outras condições que aumentam o risco de desnutrição infantil. Além da falta de saneamento e aterramento sanitário, produção de roças e hortas comprometidas pela aculturação e proximidade com a cidade, facilitando compra de alimentos processados e ultraprocessados, com aumento de casos de doenças crônicas, como hipertensão e diabetes entre adultos.  O direito à informação, o fortalecimento da agenda de nutrição entre as ações de saúde e a contratação de nutricionistas para apoio e coordenação dessas ações, integrando as EMSI, foram outras reivindicações surgidas nas oficinas realizadas com a comunidade.

Para saber mais sobre esse assunto e acessar as demais notícias relacionadas à agenda de alimentação e nutrição no SUS, baixe aqui(external link) a Segundeira da CGAN(external link) desta semana.

 




Nesta edição:

  •  Oficina para o Desenvolvimento de Competências de Famílias Indígenas para o Direito Humano à Alimentação Adequada e SAN
  • O sal que a gente não vê e os perigos do exagero na alimentação
  • Ficar muito tempo sentado aumenta risco de morte prematura
  • Academia da Saúde é tema de estudo de professores de Recife e Toronto
  • Espaço dos Estados
  • De olho na evidência
  • Reuniões e agendas estratégicas
  • Implementando o Guia Alimentar para a População Brasileira - Qual vai ser o assado deste Natal?
  • Monitoramento Semanal de Programas Estratégicos da CGAN
  • Saiu na mídia

 

A Segundeira da CGAN é o informativo semanal da Coordenação Geral de Alimentação e Nutrição do Ministério da Saúde, na qual são apresentadas as principais notícias da semana, agendas previstas da Coordenação, além de trazer atualizações sobre evidências científicas, textos de apoio para a implementação das recomendações do Guia Alimentar para a População Brasileira e atividades realizadas nos municípios e estados relacionados à agenda de alimentação e nutrição no SUS e monitoramento de alguns programas.

 

Coordenação-Geral de Alimentação e Nutrição
Departamento de Atenção Básica
Secretaria de Atenção à Saúde
Ministério da Saúde

 

Portal do Departamento de Atenção Básica: http://dab.saude.gov.br/portaldab/(external link)

Comunidade de Práticas:https://www.facebook.com/comunidadedepraticas(external link)

RedeNutri: http://ecos-redenutri.bvs.br/tiki-view_articles.php(external link)

 

  

Imprimir

Enquete

A Portaria 1.055 publicada em 25/04/2017 para o Programa Saúde na Escola prioriza ações de prevenção à obesidade infantil. Qual das ações propostas você considera mais desafiadora?





Anti-Bot verification code image Outro código

File is not an image.

Redes Sociais