Carregando...
 

Agência de saúde da ONU lança publicação sobre iniciativas do Brasil para combater má nutrição

A Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) lançou na sexta-feira (24) a publicação “Sistemas alimentares e nutrição: a experiência brasileira para enfrentar todas as formas de má-nutrição”. Fruto de parceria entre o organismo internacional e o governo brasileiro, o documento está disponível gratuitamente em meio online. O volume apresenta políticas, programas e ações bem-sucedidos implementados nos últimos anos no país.

Entre as iniciativas abordadas, estão o Programa Bolsa Família, o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) e a Política Nacional de Alimentação e Nutrição (PNAN) do Ministério da Saúde. De acordo com a publicação da OPAS, a institucionalização da segurança alimentar e nutricional e a proteção do direito humano à alimentação adequada no Brasil são uma referência global, por conta de estratégias que reduziram de forma expressiva a fome, a desnutrição e a subalimentação nos últimos anos.

Na avaliação do representante da agência regional da ONU no país, Joaquín Molina, é fundamental divulgar estratégias de sucesso para fortalecer o combate a problemas nutricionais. “Enfrentamos ainda múltiplas formas de má nutrição. Deficiências de micronutrientes e desnutrição coexistem com sobrepeso e obesidade. Esses problemas, além de incidirem na saúde e na qualidade de vida das pessoas, impactam em uma carga elevadas de doenças, com consequências sociais e econômicas para as famílias e comunidades”, afirma.

O dirigente também ressaltou que a alimentação e a nutrição fazem parte de todos os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) das Nações Unidas, em especial do ODS nº 2, que visa acabar com a fome, melhorar a nutrição e promover a agricultura sustentável.

A OPAS lembra que, nas últimas décadas, a América Latina foi palco de transformações socioeconômicas, com quedas consideráveis nos índices de fome e subnutrição. Todavia, com o desenvolvimento, também foram observadas taxas crescentes de consumo de alimentos ultraprocessados ou com alta quantidade de açúcar, sal e gordura – fatores que explicam o crescimento significativo da obesidade na maioria dos países da região.

Nesse contexto, o organismo das Nações Unidas defende como fundamental o compartilhamento de experiências exitosas entre os países da região, o que pode tornar os sistemas alimentares mais sustentáveis, justos e inclusivos.

(Fonte: Nações Unidas Brasil)

 

Para saber mais sobre esse assunto e acessar as demais notícias relacionadas à agenda de alimentação e nutrição no SUS, baixe aqui(external link) a Segundeira da CGAN desta semana.



Nesta edição:

  • Agência de saúde da ONU lança publicação sobre iniciativas do Brasil para combater má nutrição
  • Biodiversidade para Alimentação e Nutrição (BFN)
  • 9ª Turma do curso de educação a distância do PBF na Saúde
  • Consulta Pública - CONITEC
  • Fique atento aos rótulos dos alimentos e saiba identificar os ingredientes
  • I Congresso Internacional de Práticas Integrativas  e Complementares e Saúde Pública
  • Caisan aprova estratégia para a redução de perdas e desperdício de alimentos
  • Confira como preparar uma marmita rápida e saudável
  • Câncer de próstata: hábitos saudáveis ajudam na prevenção
  • Reuniões e agendas estratégicas
  • De olho na evidência
  • Implementando o Guia Alimentar para a População Brasileira - Jantares caseiros e expressos
  • Monitoramento Semanal de Programas Estratégicos da CGAN
  • Saiu na mídia

 
A Segundeira da CGAN é o informativo semanal da Coordenação Geral de Alimentação e Nutrição do Ministério da Saúde, na qual são apresentadas as principais notícias da semana, agendas previstas da Coordenação, além de trazer atualizações sobre evidências científicas, textos de apoio para a implementação das recomendações do Guia Alimentar para a População Brasileira e atividades realizadas nos municípios e estados relacionados à agenda de alimentação e nutrição no SUS e monitoramento de alguns programas.

 

Coordenação-Geral de Alimentação e Nutrição
Departamento de Atenção Básica
Secretaria de Atenção à Saúde
Ministério da Saúde

 

Portal do Departamento de Atenção Básica: http://dab.saude.gov.br/portaldab/(external link)

Comunidade de Práticas:https://www.facebook.com/comunidadedepraticas(external link)

RedeNutri: http://ecos-redenutri.bvs.br/tiki-view_articles.php(external link)

Imprimir

Enquete

A Portaria 1.055 publicada em 25/04/2017 para o Programa Saúde na Escola prioriza ações de prevenção à obesidade infantil. Qual das ações propostas você considera mais desafiadora?





Anti-Bot verification code image Outro código

File is not an image.

Redes Sociais